Passo a Passo para Escrever Cartas de Motivação, Essays ou Personal Statements

Passo a Passo para Escrever Cartas de Motivação, Essays ou Personal Statements

Preencha os campos e aumente suas chances de admissão em UNIVERSIDADES DO EXTERIOR.

Não enviamos spam. Seu email está 100% seguro!

Brexit e os estudantes internacionais

Brexit e os estudantes internacionais

Quais impactos traz o Brexit para os estudantes internacionais das Universidades britânicas?

A saída do Reino Unido da União Europeia (Brexit) vêm sendo discutida calorosamente. Esta saída gera uma série de impactos na economia britânica, além de implicações práticas na vida de alguns estudantes brasileiros. São os estudantes brasileiros com passaporte europeu que estudam ou pensam em estudar no Reino Unido.

Anuidades e Taxas Acadêmicas

Os estudantes brasileiros que tem dupla nacionalidade europeia podem estudar por toda a Europa pagando o mesmo valor do que um cidadão comunitário. Infelizmente, as taxas de estudante internacional na Inglaterra podem ser até £ 15.000 por ano a mais do que as taxas anuais de estudantes domésticos.

O Departamento de Educação anunciou que os estudantes da UE que vão para cursos de graduação e pós-graduação nas universidades inglesas no ano letivo 2020-21 serão elegíveis para anuidades domésticas e empréstimos estudantis durante o curso, independentemente do Brexit.

A decisão significa que os estudantes da UE serão elegíveis para empréstimos estudantis sobre anuidades de £ 9.250 por ano para cursos de graduação na Inglaterra. Os cidadãos da UE que vivem à cinco anos no Reino Unido também são elegíveis para empréstimos de manutenção.

Infelizmente, as taxas de estudante internacional no Reino Unido podem ser até £ 15.000 por ano a mais do que as taxas anuais de estudantes domésticos. Estão entre as anuidades mais caras da Europa.

O governo escocês já havia anunciado em abril que os estudantes da UE seriam elegíveis para o status de estudantes domésticos. E a decisão de como o Reino Unido irá sair da União Europeia ficou adiada até o final de outubro. Se em outubro houver definição da saída será possível ter uma posição mais sólida de como serão as taxas, políticas de admissão e vistos para estudantes internacionais no futuro. Por enquanto, é preciso acompanhar o cenário a cada ciclo de admissões.

Vistos e Permissão de Residência

Outra implicação importante do Brexit é a necessidade de visto de estudos. Atualmente, o Reino Unido solicita o visto Tier IV para estudantes internacionais (incluem-se aí os brasileiros) estudarem cursos superiores nos países do Reino. Portadores de passaporte europeu não precisam de visto de estudante.

Com o Brexit, nada vai mudar para quem tem apenas o passaporte brasileiro, mas para que tem passaporte europeu é possível que o visto passe a ser exigido.

Uma outra implicação do Brexit é a questão de permanência no Reino Unido após os estudos. Neste momento, os estudantes da UE que optam por estudar no Reino Unido não sabem se ao final do seu curso poderão obter um visto para permanecer no país ou quais serão as condições que enfretarão no futuro.

Implicações do Brexit para os estudantes internacionais: Resumo

Portanto se você é brasileiro e tem dupla nacionalidade europeia saiba que em 2019-20 e 2020-21 você ainda pagará as mesmas anuidade dos ingleses, terá as mesmas condições de auxílio financeiro e não precisará de visto de estudos.

Se você não tem dupla nacionalidade aproveite o incentivo que as universidades britânicas estão dando para os estudantes internacionais e candidate-se a bolsas de estudo exclusivas.

Acompanhe com atenção às notícias sobre o Brexit para entender se você precisará de visto ou regularizar a sua situação como estudante após o anúncio.

Para quem se interessa por todas as questões técnicas implicadas sugiro consultar o site oficial da Universidades britânicas.

Tags: | | | |

Sobre o Autor

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *